Descubra como motivar os talentos mais jovens da sua empresa

O avanço acelerado das tecnologias teve um forte impacto sobre as novas gerações. Criados em meio a diversos dispositivos e linguagens, os profissionais mais jovens desenvolveram uma alta capacidade de realização de tarefas variadas e de utilização de recursos e ferramentas informatizadas de trabalho.

Estes novos talentos do mercado são conhecidos como Geração Y, e compreendem profissionais nas faixas dos 20 aos 30 anos. No entanto, apesar da velocidade de raciocínio, alta capacidade de aprendizagem e versatilidade destes trabalhadores, no escopo da clássica busca por como motivar funcionários, este grupo pode representar um grande desafio.

E a falta de motivação destes colaboradores pode ter um forte impacto na produtividade dentro do ambiente de trabalho, o que, por fim, implica em prejuízos aos negócios. Por isso, o segredo é mantê-los motivados, para usufruir ao máximo de seu potencial e obter os melhores resultados com sua contratação.

Continue lendo este artigo para saber como motivar os talentos mais jovens da sua empresa!

 

Desafios em como motivar funcionários da nova geração

 

Justamente por terem um grande traquejo com tecnologias e serem habituados a desempenhar diversas tarefas simultaneamente, os jovens talentos requerem um alto nível de desafio. Caso contrário, podem perder-se em atividades que lhes pareçam mais interessantes.

E um retrato disto é o uso do celular no trabalho. Muitas empresas chegam a proibir a presença dos dispositivos móveis nos escritórios ou instalam firewalls e programas para barrar o acesso aos principais sites e redes sociais.

Mas esta não é a chave para solucionar o problema. Diante da monotonia, seus novos talentos encontrarão outras atividades para se distrair. O ideal é reduzir o uso do celular no trabalho pela implementação de ações que motivem a produtividade.

 

Primeiro: dê voz aos seus jovens talentos

 

O primeiro passo de como motivar os funcionários mais jovens é lhes dar voz. Estar atento aos seus anseios e sugestões é uma ótima forma de fomentar sua produtividade. Além disso, por seu perfil mais ousado e dinâmico, conectado às constantes mudanças do mundo, muitas vezes a Geração Y tem valiosos insights para os projetos e operações da sua empresa.

 

Dê propósito

 

As tarefas repetitivas da rotina de trabalho facilmente desmotivam os profissionais mais jovens por parecerem mecânicas e sem sentido. Em pesquisa realizada por Wagner Rodrigues Souza, administrador e especialista em docência pelo SENAC, foi identificado que 79,7% dos profissionais nesta faixa etária consideram-se como idealistas e 69,5% engajam-se em questões sociais.

Por isso, agregar um senso de propósito às atividades desempenhadas pela empresa é um importante fator na motivação dos jovens talentos.

 

Crie desafios adequados

 

Uma resposta eficiente para quem se pergunta como motivar funcionários é sempre estabelecer desafios e recompensas de acordo com a cultura da organização e o cargo de cada profissional. E com os seus novos talentos não é diferente.

Preencher suas rotinas com tarefas estimulantes, que incentivem a pesquisa, o aprendizado e o desenvolvimento de novas habilidades e competências é fundamental. A Geração Y se caracteriza por ser mais corajosa e arrojada, por isso, investir nesta característica é indispensável para manter sua motivação.

Implementando estas dicas simples você vai conseguir manter seus novos talentos motivados, reduzir o uso do celular no trabalho e alavancar a produtividade na sua empresa. Comece agora mesmo!

Read More

Como criar uma vaga para atrair o candidato certo

O momento da contratação de um novo funcionário é extremamente delicado. Afinal, este processo pode ser custoso para a empresa, e ter que repeti-lo após algum tempo, é muito longe do ideal. A chance de um profissional ter sucesso em uma empresa é determinada muito antes de ele entrar, por isso, confira como criar uma vaga para atrair o candidato certo.

Como fazer uma entrevista de emprego?

A entrevista não começa no momento em que o candidato chega à empresa, mas sim, quando ele vê o anúncio da vaga. Primeiramente, ele irá fazer uma entrevista consigo mesmo, para determinar se esta vaga é a ideal para ele. Ninguém gosta de perder tempo, então, se a vaga não for certa, o candidato não irá enviar o currículo.

Um exemplo de descrição de vaga de emprego interessante, é “analista de marketing com foco em performance”. É uma forma bem clara de dizer qual é a expectativa do profissional, e se ele for designer ou redator, já irá saber, de cara, que não tem o perfil ideal para a vaga.

Habilidades técnicas e ajuste cultural

Além disso, qualquer descrição de vaga precisa abordar quatro pontos fundamentais: as soft skills, as habilidades técnicas, o fit cultural e a pretensão de futuro.

As habilidades técnicas são as mais diretas. Um exemplo de descrição de vaga de emprego, pode ser “desenvolvedor front-end sênior em PHP”. Isso deixa muito claro qual é a competência técnica que o candidato precisa ter.

Por outro lado, o fit cultural é o mais difícil de representar, especialmente em uma vaga curta, mas é igualmente, ou mais, importante. O alinhamento com a cultura da empresa é um dos fatores mais determinantes na rotatividade dos funcionários. Por isso, na descrição da empresa, pode haver um parágrafo explicando como é a cultura, como é o ambiente de trabalho.

Um exemplo de vaga de emprego pode trazer a descrição de um ambiente bem leve, descontraído e jovem. Assim, você está se focando em trazer uma parcela mais específica de candidatos.

As soft skills e as pretensões para o futuro

Outro ponto importante a abordar, é a soft skill, que é um contraponto das habilidades técnicas. Programar em PHP é bem direto, ou você sabe, ou não.

Evidentemente, as soft skills são mais difíceis de medir, pois abordam questões como a interação social. É difícil fazer isso no anúncio, mas um exemplo de descrição de vaga de emprego pode trazer pelo menos o básico do que é esperado.

Outro ponto importante, é que haja um acordo da pretensão para o futuro. O conceito de plano de carreira está cada vez menos sendo usado, mas ainda assim, é fundamental dar uma noção para o candidato de como é o futuro dele para a empresa. Certos candidatos gostam de trocar de emprego para explorar novas possibilidades enquanto outros preferem criar raízes para ter mais segurança.

Por isso, não existe um exemplo de descrição de vaga de emprego que seja perfeito. O que o recrutador deve reconhecer, é que é preciso trazer informações sobre como a empresa vê o futuro do funcionário.

O que você achou das dicas? Agora você sabe como fazer uma entrevista de emprego ideal, já atraindo candidatos que mais têm chance de serem o certo.

Read More