10 Dicas para Contratação de Estagiários

A contratação de estagiários pode trazer grandes vantagens para a empresa. A primeira vantagem de implementar um programa de estágio envolve questões financeiras, pois é um modelo de recrutamento de custo menor para o empregador. De acordo com a Lei nº 11.788 / 2008, responsável por regulamentar a contratação de estagiários, esse modelo de trabalho não cria vínculo empregatício com a empresa, o que reduz os gastos relacionados às obrigações trabalhistas, podendo dispensar ou substituir quando necessário.

 

Mas a grande vantagem dos programas de estágio é permitir a entrada de jovens talentos no mercado de trabalho. Por estarem na faculdade, esses profissionais trazem novas soluções e ideias, motivados a se destacar na empresa, injetar vitalidade na equipe e estimular os profissionais mais experientes a se atualizarem. Os estagiários também fornecem um ótimo suporte para funcionários efetivos, porque eles podem realizar as tarefas mais simples e permitir que funcionários efetivos se concentrem.

 

Outro benefício é que um programa de estágio pode se tornar vantagem competitiva na empresa, pois possibilita encontrar profissionais que atendam às expectativas da empresa e sejam treinados na cultura organizacional, com fit cultural alinhados e conhecimento técnico desenvolvido, podendo futuramente tornarem-se gestores da empresa.

 

Para atingir a meta de recrutar os talentos mais promissores, a organização precisa alinhar programas de estágio ao plano estratégico da empresa, com base nas necessidades do negócio e na definição clara dos profissionais necessários. Esclarecer as principais características e competências que os futuros colaboradores devem possuir, bem como o conhecimento ou domínio específico da língua estrangeira, é o passo básico para fazer um bom trabalho de recrutamento. Porém, é importante entender que estagiários precisam ser lapidados e que a empresa deve estar disposta a investir tempo e conhecimento nesse novo talento.

 

Como conduzir a contratação de estagiários?

 

Além de manter a cultura forte durante a comunicação e fases do processo, apresentando a empresa de forma clara, oferecer acompanhamento que potencialize aprendizado e oportunidades de crescimento após a contratação, separamos mais algumas dicas que podem aumentar a possibilidade de cultivar e reter os melhores talentos para sua empresa, são eles:

 

Procure por candidatos que participem de atividades acadêmicas

Alunos que atuam em diretórios acadêmicos, empresas juniores, atividades de voluntariado ou extracurriculares, geralmente são mais engajados e proativos e demonstram maior interesse em adquirir novas experiências, o que pode ser muito relevante na rotina profissional;

 

Verifique se o aluno participou de iniciação científica

Às vezes o candidato não possui nenhuma experiência profissional, mas já participou de projetos em que precisou lidar com prazos, entregas e responsabilidades naturais do mercado de trabalho, que podem agregar com ideias e aumentar a competitividade da empresa; 

 

Comunicação e o domínio de outras línguas 

Não que seja um item excludente, pois infelizmente, nem todos os jovens em nosso país possuem a oportunidade do aprendizado de línguas, mas para determinados cargos, em que o domínio de outros idiomas sejam necessários, testes e entrevistas de proficiência podem ser interessantes.  

 

Melhore sua divulgação de vagas

Divulgue as vagas de estágio em sites de empresas, universidades, sites específicos de recrutamento de estagiários e redes sociais para aumentar o número de candidatos e a probabilidade de contato com os melhores talentos;

 

Se não sabe por onde começar com a divulgação, oferecemos 3 vagas gratuitas em nossa base com mais de 500 mil jovens cadastrados. Entenda as vantagens de testar a edujob nesse link e encontre os melhores talentos!

 

Alinhar as expectativas do estagiário com as da empresa

Valores organizacionais, cultura, atividades que serão realizadas, rotina, remuneração, possibilidades de crescimento e outros detalhes característicos de cada vaga devem ser repassados para o candidato de forma muito clara, dessa forma ele não se frustra ao encontrar algo que não esperava e a empresa reduz o risco de turnover. 

 

Observar o interesse do candidato pela empresa e pela vaga

Ao contratar um estagiário a empresa investe em treinamento e tempo para desenvolvê-lo e por isso deve visar a sua permanência por um longo período na equipe. Assim, identificar aqueles candidatos que realmente se identificam com a empresa e estão interessados em se desenvolver profissionalmente e contribuir para os resultados do negócio é fundamental;

 

Analisar as características comportamentais dos candidatos

Além de analisar a qualificação e as habilidades técnicas do candidato, é preciso identificar e analisar suas características comportamentais e avaliar se são compatíveis com o perfil da vaga. Assim, teste de perfis comportamentais, entrevistas individuais e em grupo, dinâmicas e outras atividades podem ser extremamente valiosas para identificar se o candidato trabalha bem sob pressão, possui habilidades de comunicação ou trabalho em equipe, por exemplo;

 

Na Edu, aplicamos o teste de perfil comportamental e teste de preferência de aprendizado, possibilitando uma filtragem pelos perfis mais compatíveis com a vaga.

 

Criar uma boa descrição de vaga

A primeira impressão que o jovem terá de sua empresa, será a descrição da vaga, então capriche para atrair os melhores talentos e já iniciar uma comunicação assertiva para seus possíveis novos colaboradores.

 

Clique aqui para aprender como criar uma ótima vaga.

 

Oferecer oportunidades de crescimento

Assim como os profissionais mais experientes, bons estagiários buscam desafios, oportunidades de aprendizado e crescimento. Por isso, as empresas devem oferecer treinamentos, pacotes de benefícios e plano de carreira e divulgar esses fatores na descrição de sua vaga, para que estudantes com maior potencial tenham interesse em trabalhar na empresa.

 

Escolher uma boa ferramenta de recrutamento e seleção

 

Quanto mais assertiva e completa a ferramenta for, menor a chance de contratar candidatos que não se desenvolvam na empresa ou não tenham o perfil esperado. Além desse fator, o tempo gasto para a contratação de um jovem influencia diretamente na qualidade do processo completo, pois quanto mais ágil, mais tempo o profissional responsável terá para se dedicar às outras atividades que completam esse ciclo de contratação.

 

Clique aqui e experimente 3 vagas em uma ferramenta de contratação rápida e assertiva! Nossa tecnologia de ponta e design intuitivo vai transformar sua rotina de trabalho.

Read More

Descubra as 5 Profissões em alta Durante a Pandemia

A crise causada pela pandemia, além de ceifar vidas ao redor do mundo, abalou economias e mercados de trabalho, diminuindo algumas oportunidades, mas aumentando a demanda em outras. 

 

Um setor que naturalmente lembramos nesse cenário é o da saúde, em que a busca por médicos e enfermeiros cresceu e cresce exponencialmente, mas muito se engana quem pensa que só esse setor teve alta na contratação de profissionais. 

 

Para ajudar quem busca oportunidades diferentes em meio a crise, preparamos esse post com as 5 profissões em alta durante a pandemia. Descubra quais setores e cargos tiveram uma alta na demanda nesse período. 

 

Profissões Em Alta Durante A Pandemia

 

  • Operadores de telemarketing e atendimento ao cliente

Com o distanciamento social, uma limitação surgiu, diminuindo e até extinguindo o atendimento presencial em diversos setores. Por isso, serviços de atendimento ao cliente remoto – como o telemarketing – estão ganhando força no mercado de trabalho.

 

Eles são essenciais para esclarecer determinadas informações e serviços, respeitando as regras sanitárias de distanciamento.

 

A média salarial, com base no buscador Glassdoor, é de R$ 1,1 mil. Pode ser uma oportunidade de primeiro emprego, pois é uma posição que requer pouca especialização, na maioria das vezes, apenas o ensino médio e dependendo do estado, tem muitas vagas. 

 

  • Analista de suporte e Service Desk

A tecnologia, internet e o mundo globalizado, criaram negócios, que hoje refletem a maior parte da economia e sustento mundial, que dependem exclusivamente da internet para seu funcionamento. Bons exemplos são lojas virtuais, empresas de marketing digital, aplicativos e muitas vezes, sem a devida conexão de internet ou bom funcionamento do sistema, a operação para. 

 

Após a adoção em massa do home office, mais empresas começaram a utilizar redes privadas para operar, pensando em diversos fatores como organização, controle e a busca de maior segurança virtual para seus negócios. Como sabemos, todo tipo de infraestrutura, principalmente digitais, precisam de constante observância e manutenção, nesse contexto entram os profissionais deste tópico.

 

Os analistas de suporte e service desk, após a pandemia, se tornaram ainda mais necessários, pois são eles que administram solicitações, solucionam problemas e aplicam mudanças em sistemas, impedindo que uma empresa tenha sua operação prejudicada por falha em sistemas de tecnologia.

 

A média salarial desses profissionais no Brasil, está em torno de R$ 2,3 mil e o mais comum são vagas que tem como requisito graduação em informática, análise de sistemas ou ciência da computação, mas também existem oportunidades para os autodidatas, que mesmo sem uma graduação, aprenderam sozinhos e conseguem resolver as tarefas nas fases das entrevistas. 

 

  • Auxiliar de logística

Segundo um estudo administrado pela empresa de segurança online ClearSale, já nos 15 primeiros dias de isolamento, o mercado de lojas virtuais, também conhecidos por e-commerces, tiveram um aumento de 40% nas vendas. 

 

Isso se explica com a falta do varejo físico, em shoppings e grandes centros comerciais pelas determinações do governo, sobre abertura ou não de determinados setores.

 

Até esse ponto, tudo segue relativamente bem, mas a problematização chegou! Já pensou como deve ser complicado, do dia para a noite, uma loja que sempre vendeu de forma física, começar uma operação online, com estoque, separação de produtos e envio, em bons prazos de entrega, de forma que tenha preço justo para o cliente, sem diminuir o lucro da empresa. Bom, é exatamente esse papel que um auxiliar de logística tem em um e-commerce. 

 

Além de possuir uma graduação na área, é essencial que esses profissionais possuam habilidade com números, consigam lidar bem com problemas, tenham paciência, metodologia e lidem com pessoas com agilidade.

 

A média salarial gira em torno de R$ 1,5 mil e além de uma graduação na área, habilidade com números, facilidade no gerenciamento de problemas, paciência e bom relacionamento interpessoal, são algumas das características citadas em vagas para esse cargo.

 

Ter um bom domínio na ferramenta Excel pode ser um requisito na contratação. Se deseja aprender Excel gratuitamente, se cadastre na Edu e conheça nosso curso online.

 

  • Analista de Cibersegurança

Segurança foi uma das palavras mais utilizadas no mundo corporativo em 2020/2021, quando o assunto é tecnologia. Principalmente por influência do trabalho remoto e menos controle de espaço, equipamentos e etc…, mas também pela “chegada” da Lei Geral de Proteção de Dados, a demanda por profissionais responsáveis pela segurança das redes corporativas está em uma crescente considerável. 

 

Os analistas de cibersegurança tem como objetivo evitar crises de fraudes, vazamentos de informações e ataques virtuais. 

 

Os salários são mais altos, com média de R$ 4.5 mil, mas a responsabilidade e o nível de formação crescem na mesma proporção. Uma graduação é um diferencial, mas no mundo da tecnologia, a flexibilidade de formações permite que o candidato seja autodidata e tenha apenas o conhecimento técnico, sem o diploma, mas isso não significa menos estudo, pois essa é uma área de frequente atualização e aprimoramento. 

 

  • Motoboy

Já sabemos que as entregas cresceram em tempos de pandemia, mas agora é interessante comentar que não só o e-commerce interestadual ganhou força, mas os comércios locais também sentiram necessidade de adaptação. Com isso, entramos em casos que não são solucionados pelos serviços postais, seja pela natureza da entrega, como deliverys de comida, ou pelos prazos oferecidos em serviços tradicionais. Em algumas localidades, o serviço dos Correios adicionou 15 dias no prazo de entrega devido às medidas de segurança.

 

E aqui entram nossos super heróis de capacete, salvando nossa fome da madrugada, trazendo o medicamento da farmácia, levando uma encomenda para uma localidade próxima com serviços como o Loggi, enfim, facilitando a vida de todo mundo e a logística do país inteiro. 

 

É importante reforçar a necessidade da atenção e do cuidado que esse profissional deve ter nesse período, não só o risco de acidentes está presente, mas também o de contaminação. Por ter contato frequente e direto com pessoas e mercadorias diversas, motoboys devem usar máscaras e higienizar as mãos em cada contato, para diminuir o risco de sua exposição. 

 

Sobre as oportunidades, em muitas empresas, o próprio funcionário deve possuir o veículo e a habilitação é primordial. Algumas empresas fornecem os equipamentos para entregas, mas não é uma regra. 

 

A média salarial dos motoboys gira em torno de R$ 1,5 mil, mas os muitos que trabalham por demanda em chamados de aplicativos e restaurantes, têm renda variável, dependendo de quantos chamados tem no mês.

 

Oportunidade Para Jovens E Recrutadores

 

Para ajudar o mercado de trabalho e a disposição de novas vagas, disponibilizamos 3 vagas gratuitas para qualquer empresa que queira contratar jovens pela Edujob! Nosso sistema te ajuda na escolha do jovem que mais combina com sua vaga, com base, por exemplo, em cruzamento de dados da análise do perfil comportamental, preferência de aprendizagem, localidade, escolaridade e nível de conhecimento em ferramentas, entregando maior assertividade e diminuindo turnover.

 

Para contratar Aprendizes ou Estagiários, clique aqui.

Também criamos uma plataforma gratuita de cursos como Microsoft Excel, Powerpoint, Design Thinking, Ética, Primeira Entrevista de Trabalho e vários outros temas, para ajudar o jovem a se preparar para o mercado de trabalho, melhorando suas habilidades e chances de contratação. Se deseja conhecer mais sobre o Edufica, clique aqui.

Read More

Home Office: 14 Hábitos para Melhorar Foco e Produtividade

O ano de 2020 fez com que o trabalho home office se tornasse a realidade de grande parte dos brasileiros, mas como percebemos, essa forma de trabalho não traz só benefícios e hoje vamos tratar de um de seus desafios: o foco!

 

Desafio: Home Office na Pandemia

 

Primeiro, vamos entender que essa fase pandêmica não reflete o que deveria ser o trabalho remoto ou o home office, pois inclui muitas outras adversidades que em outros momentos não teríamos e impossibilita a maioria das vantagens de trabalhar fora do escritório.

 

Alguém que trabalhava home office até março de 2020, tinha a liberdade de decidir trabalhar em um coworking ou um café, por exemplo, sem o receio de que isso trouxesse algum risco à saúde, flexibilizando sua rotina e seu espaço de trabalho quando sentisse a necessidade de sair um pouco de casa.

 

Com o tempo ganho por não precisar se deslocar até o local de trabalho, era possível conciliar atividades físicas, vida noturna, visitar amigos e família, praticar esportes e outras várias distrações que fizessem seu dia a dia ser mais leve e produtivo. A pandemia fez com que a maioria das vantagens deixassem de existir, criando uma rotina que trabalhando ou não, não é indicado que você ou seus familiares saiam de casa. 

 

Essa nova “fase” do home office pode ser cansativa, com a presença das crianças em tempo integral, da gestão de tempo entre trabalho e estudo remoto ou a dificuldade de se desligar quando for o fim do expediente e fazer algo que goste. Tudo isso pode causar um desgaste e aumentar a sensação de perda de foco e improdutividade. 

 

Como Melhorar o Foco no Home Office

 

Se você também está com essa sensação, esse post pode te ajudar a melhorar seu foco trabalhando home office com 14 hábitos que devem fazer parte do seu dia a dia.

 

1. Organize seu espaço de trabalho

Independente do espaço, seja um escritório amplo e cheio de conforto ou uma pequena estação fixa, a organização deve estar em dia.

Mas vamos voltar um pouco! Antes de tratar sobre a organização, vamos combinar de definir um lugar para o trabalho home office, ok?! Pense que assim como sua cama é reservada para seu descanso, seu espaço de trabalho deve estar reservado para trabalhar. 

Voltando a organização… não deixe acumular itens desnecessários no local, pois a poluição visual de sua mesa, vai criar uma sensação constante de desorganização no seu dia. 

Outro momento que vai exigir disciplina, principalmente em dias mais frios, é não levar o notebook para a cama ou sofá. Pode até parecer mais confortável no começo, mas o tempo vai mostrar o estrago que pode trazer para sua postura e ergonomia, além de aumentar a chance do seu foco ser muito maior para a Netflix transmitida na TV, do que para as atividades pendentes do trabalho. 

 

2. Evite acessar redes sociais

Aquele tempinho salvando ideias no Pinterest, receitas que nunca vai fazer do Facebook ou stories das Maldivas, com blogueiros sem boletos vencidos, caso não trabalhe com redes sociais, será a perdição para seu rendimento durante o dia. Uma olhadinha rápida no feed do Instagram, pode se transformar em 15 minutos perdidos. 

Se você acha essa parte muito complicada, tente utilizar o app Stay Focus, que limita a quantidade de tempo que você pode gastar com cada aplicativo por dia em seu celular ou se quiser ser mais radical, instale a extensão do Google Chrome e defina o tempo que pode usar por dia naquele site. No fim do tempo estabelecido, o site fica bloqueado até o próximo dia.

Depois do seu horário de trabalho, não faz mal passar algum tempo navegando pelas redes, mas como uma dica muito mais de bem-estar do que de trabalho: não se engane com a vida de filtros das redes sociais! Ninguém é totalmente feliz ou bonito como posta, então não use essa régua para medir sua vida. Tudo bem não estar bem, não ter a casa mais decorada, a pele mais lisa e o melhor humor depois de mais de um ano em isolamento social. 

Se sentir que o uso das redes sociais está te desmotivando, faça uma limpeza no seu conteúdo e tente usar menos tempo por dia, gastando esse tempo com algo que te faça bem de verdade, como fazer um exercício em casa ou ver um desenho animado comendo pipoca (clube dos adultos que adoram ver desenhos, mesmo sem a presença de crianças), enfim, tudo é válido desde que te faça realmente bem.

 

3. Troque de Roupa

É tentador usar pijamas o dia todo, mas cuidado para isso não virar um hábito. Esse momento de trocar de roupa, tomar banho e se arrumar para iniciar as atividades do trabalho, entram como uma rotina, algo que seu cérebro entende como “o momento de trabalhar”, saindo do momento de descanso e ajudando a ter mais foco.

Não precisa necessariamente vestir um terno ou fazer uma maquiagem produzida, uma roupa casual e confortável já serve para sua mentalidade e para as reuniões.

 

4. Não deixe a procrastinação te vencer

Se você tinha dificuldades em não procrastinar no escritório, tenho uma notícia difícil de contar: em casa é muito pior! Por isso, sua disciplina deve ser redobrada, pois o que não falta em casa são distrações para aumentar o tempo das tarefas que você quer deixar pra depois.

O cachorro vai fazer algo fofo, a criança vai te chamar para brincar, alguma notícia interessante vai passar na TV, fofoca de família, enfim, tudo acontece, mas você deve se manter forte no horário de trabalho, pois se deixar algo para fazer muito próximo ao prazo, algum imprevisto pode acontecer, causando estresse e talvez até gerando consequências graves para sua equipe.

 

5. Não é hora de limpar a casa

Sabe quando vem aquela vontade de estender roupa, pois o sol apareceu e vai secar mais rápido? Se você estiver em horário de trabalho, faça ela sumir! 

Misturar os afazeres domésticos com as tarefas da empresa, atrapalham seu fluxo de trabalho, tirando seu foco do que realmente deveria estar. 

Separe um tempo para essas atividades, fora do horário comercial. 

 

6. Planeje em uma agenda

Após 30 minutos de uma reunião com a definição de demandas, quantas você ainda lembra que deve fazer com os detalhes e prazos combinados? Vou responder com base na minha péssima memória: talvez eu lembre da mais comentada, mas é certeza que alguma será esquecida se eu não anotar em um bloco de notas. 

Se você também tem essa dificuldade, crie uma agenda, física ou digital, com suas atividades, prazos, detalhes e faça sua rotina ser mais organizada.

O uso da ferramenta Trello ou de anotações na agenda do Google, podem ser boas alternativas.

Também é bacana que você observe e entenda quais são seus picos de energia, em qual momento está mais criativo, focado ou analítico e separe as tarefas por esses períodos. 

 

7. Use e abuse das automações

A tecnologia nos dá a oportunidade de automatizar muitas tarefas, economizando o precioso tempo. 

Você pode, por exemplo, criar regras para para filtrar emails sem importância durante o horário comercial ou definir toques diferentes para o celular, identificando quais deve atender. 

Aqui temos inúmeras possibilidades, mas vamos listar as mais importantes e deixar essa parte como uma lista colaborativa, então se souber alguma automação bacana que otimiza tempo, deixe nos comentários ou mande nas redes sociais, que acrescentamos no texto para ajudar mais pessoas 🙂

 

Automações do dia a dia:

 

  • Software que revisa e encontra erros no seu código ou conteúdo;
  • Alertas para tarefas e compromissos importantes; 
  • Configuração de faturamento automático do cliente;
  • Agende e-mails e postagens de mídias sociais;
  • Modelo de respostas no Gmail com padronização de emails que você envia com frequência (busque por respostas predeterminadas);
  • Automações nativas do telefone, como ativar ou desativar notificações de apps específicos (como redes sociais) em determinados horários do dia (horário de trabalho). Aqui temos tutoriais para Android ou IOS.

 

8. Encontre seu local perfeito

Pode ser em casa, em uma livraria, café, coworking ou qualquer outro lugar que te ajude a ficar mais concentrado e produtivo. Na situação de home office em tempo integral, teste diferentes ambientes da sua casa (se for possível) e estabeleça sua área de trabalho ali. 

 

9. Delimite tempo

O equilíbrio entre vida pessoal e profissional, é um dos pontos mais fortes para manter seu foco durante o período de trabalho. 

É muito comum o pensamento que home office te proporciona mais tempo para trabalhar, mas não é assim que deve agir, pois extrapolar a carga horária começa a deixar a sensação que o trabalho nunca acaba e que a todo momento você deve produzir, criando a falsa percepção de improdutividade. 

Delimite na sua rotina horário para começar, almoçar, voltar do almoço e desligar o computador. Mesmo que em raros dias, por situações excepcionais você precise estender o horário, tente ser o mais metódico possível com a rotina, prometo que com o tempo isso fará muita diferença no seu cansaço emocional. 

Se achar necessário, crie um ritual entre o fim de um e início de outro. Eu por exemplo, arrumo minha mesa de trabalho, carrego minha garrafinha d’água e ligo o computador, quando é o fim do expediente, tomo banho e meu corpo entende que é hora de relaxar. 

Lembre-se que mesmo que ame seu trabalho (torço para que ame), ainda é um trabalho e sua vida pessoal está acima disso. Separe um tempo para você após o expediente, ligue para um amigo, estude, se exercite, veja uma série, faça algo que goste e te desconecte das obrigações de um profissional.

 

10. Tenha intervalos 

O mundo paralelo de um dia de trabalho em home office, muitas vezes faz o dia passar sem que a gente nem perceba que já acabou, então é importante respeitar as pausas, como o horário do almoço. É contraproducente trabalhar por várias horas seguidas sem intervalos, o cérebro precisa de descanso e sem isso, você fica exausto fisicamente e mentalmente muito rápido.

 

13. Não negligencie suas férias

Se você trabalha como PJ, provavelmente não tem férias remuneradas e essa questão pode ser tentadora para adiar esse momento, mas entenda que uma pausa é realmente importante, então se planeje e tire férias. 

Mesmo que não seja um mês completo, você precisa de um intervalo de pelo menos 15 dias para se desligar e descansar a mente. Quando voltar, vai se sentir mais motivado e focado.

 

14. Observe seu dia a dia

Pode até levar um tempo para se adaptar nessa forma de trabalho, mas o home office tem muito potencial para ser bacana, proporcionando muito mais conforto e liberdade no dia a dia. Claro que muito mais quando a pandemia passar, mas esse momento extremo pode te ajudar a lidar com leveza as adversidades quando for apenas home office por opção. 

Então preste atenção ao seu organismo, como sua produtividade funciona, se ouvir música te ajuda a focar, por exemplo, quais horários tem mais disposição, quais lugares, como prefere iniciar o dia e adapte sua rotina ao que faz bem a sua produtividade e ao seu bem-estar. Enfrentamos dias difíceis pela situação mundial e tudo bem não estar focado todos os dias, não se cobre tanto, mas tente melhorar a cada dia, respeitando seus limites e suas tarefas.

Logo estaremos em outra realidade, outras rotinas e todos os obstáculos do trabalho nesse momento, será aprendizado para os desafios futuros, que esperamos ser mais leves.

 

Se você trabalha com Recrutamento e Seleção, já sabe que as fases de um processo seletivo desorganizado podem bagunçar toda sua rotina e usar mais tempo do que deveria, diminuindo seu tempo para realizar outras tarefas. Se quer melhorar seu fluxo de trabalho e contratar talentos que combinam com sua empresa, diminuindo o turnover e aumentando  a assertividade das contratações, clique aqui para conhecer a EduJob com 3 vagas gratuitas.

Read More

8 Dicas Para Se Destacar Em Uma Dinâmica De Grupo

Participar de uma seleção de emprego, significa superar várias etapas de autoconhecimento e comunicação. Algumas seleções contam com diversas fases, como inscrição online, testes, vídeo de apresentação e etc. Hoje vamos conversar sobre uma dessas etapas: a dinâmica de grupo! Esse é o momento que o recrutador vai entender qual seu perfil dentro de um trabalho em grupo, como você reage às situações, como se posiciona, escuta e leva suas ideias de forma eficaz. 

 

Separamos 8 dicas incríveis para te ajudar a se destacar em uma dinâmica de grupo.

 

Como comentamos no parágrafo anterior, essa pode ser uma fase muito desafiadora, pois além de precisar impressionar o recrutador, você deve lidar com o trabalho em equipe, se esforçando para se destacar entre os outros participantes, mas de uma forma natural, sem parecer rude ou individualista. 

 

Falando assim, realmente parece muito complexo, mas com as dicas que separamos neste post, você estará preparado para assumir um posicionamento confiante durante a dinâmica de grupo, mostrando seu potencial da forma correta.

 

8 dicas para passar em uma dinâmica de grupo

 

 

1. Valorize seu tempo de fala

Em dinâmicas, nem sempre você tem a oportunidade de falar muito, então cada espaço de fala deve ser aproveitado da forma correta. Quando puder responder algo, faça valer a pena, realçando suas realizações e conquistas específicas, mas não se apegue muito aos números, pense em como contar sua história de forma que seja interessante de ouvir. O bom storytelling pode te salvar! 

 

Nada impede que faça perguntas aos recrutadores, pois isso pode demonstrar que você tem interesse na empresa e na vaga, só tenha atenção para fazer perguntas pertinentes.

 

 

2. Educação em primeiro lugar 

Deveria ter um tópico reforçando que é importante ser educado com todos, pensando que isso é conceito básico da vida? Não, mas se tratando de entrevistas, o nervosismo pode atrapalhar até a nossa forma de agir, então concentre-se em ser educado e amigável com todos, inclusive os outros candidatos. 

 

Lembre-se que não só as habilidades técnicas são avaliadas nessas fases, mas  a capacidade de se comportar sob pressão, trabalhar com outras pessoas e demonstrar confiança, também são observadas pelos recrutadores.

 

 

3. Tenha segurança 

Demonstrar que está confortável, mesmo em uma situação de desconforto, pode ser um ponto ao seu favor. Então, por mais que você não tenha exatamente todas as respostas, ao responder algo, demonstre confiança falando com tranquilidade e clareza.

 

Como não ficar nervoso e conseguir demonstrar segurança? Se prepare! Quanto mais preparado você estiver, menos nervoso vai sentir. Estude sobre a empresa, os serviços que oferece, a cultura, os desafios que enfrenta, treine sua apresentação pessoal, principais perguntas e respostas de uma entrevista e tenha tudo isso mapeado em sua cabeça, pois quanto menos for pego de surpresa, mais confiante se demonstrará. 

 

 

4. Mostre sua capacidade de trabalho em equipe 

A dinâmica de grupo é uma oportunidade para mostrar seu papel dentro de um time. Não tenha medo de liderar situações e propor metodologias para resolver problemas. Se perceber que mais alguém tem o perfil de líder, adote o papel de conciliador e busque o meio termo entre as ideias apresentadas. 

 

Dessa forma, características como flexibilidade e comunicação são vistas em você e isso pode ajudar a se destacar.

 

 

5. Faça a lição de casa

Estude profundamente a empresa e se possível, tente pensar em soluções diferentes para problemas reais que eles enfrentam na sua área. Dessa forma, você demonstra mais uma vez sua proatividade e interesse pela empresa.

 

 

6. Conte sobre seus projetos paralelos

Se você participa de um projeto legal em uma ONG ou tem um blog de filmes que assiste, conte um pouco sobre seu processo, isso pode mostrar habilidades que talvez não apareceriam na dinâmica de grupo.

 

 

7. Não se atrase!

Se programe antes, pesquise o endereço e descubra quanto tempo pode demorar até o local para sair com bastante antecedência e ser um dos primeiros a chegar, caso seja presencial, se for online, teste sua internet e seus equipamentos para não ter problemas na hora da vídeo chamada. 

 

Se quer estar preparado para participar de entrevistas individuais online, clique aqui.

 

Por último, mas não menos importante:

 

8. Seja você mesmo!

Não tente parecer uma pessoa que você não é, pois a atuação não será convincente por muito tempo, colocando em risco sua oportunidade de emprego. 

 

Mas é sempre bom ressaltar que ser você mesmo, não quero dizer exaltar todos os seus defeitos em um momento como esse. Claro que ninguém espera contratar um profissional perfeito, mas lembre-se que tudo tem a forma certa para apresentar, inclusive as características negativas, então tenha atenção em como se descreve, fale de modo objetivo  e claro, comentando as ações que tem para tentar melhorar. 

 

DICA BÔNUS: Aproveite e aprenda.

Sabemos que existe todo o nervosismo e ansiedade de participar de um processo seletivo, mas não deixe que esses sentimentos te tirem a oportunidade de aprender coisas novas, fazer um bom networking e evoluir profissionalmente. 

 

Se essa vaga não for sua, mesmo você entregando o melhor que pode, não era pra ser, e tudo bem, mas não é por isso que ela deixa de ser válida na sua vida. Pode ser que você aprenda um tema que será conversa de uma vaga melhor no futuro, que faça um contato que te indique algo ou que te desperte a atenção de estudar mais sobre algum assunto, tudo é válido e sua função é fazer o seu melhor, esperando colher os bons resultados depois.

 

Se quiser encontrar uma vaga que combine com você, faça seu cadastro na Edujob e participe de processos seletivos 🙂

Read More

5 Dicas para realizar uma ótima entrevista online

O setor de RH já passava por uma transformação mesmo antes da Covid-19, mas é inegável que a pandemia acelerou essa revolução digital, transformando procedimentos do dia para a noite. Uma das mudanças mais significativas no setor de recursos humanos foi com os processos seletivos, onde o recrutamento migrou para o digital, com todas as fases feitas online, inclusive a entrevista online, que é o nosso tema de hoje. 

 

Não só no cenário de isolamento social, mas por demonstrar mais flexibilidade, economia de tempo e praticidade, ficou clara a importância em saber como conduzir uma boa entrevista online. A tendência é que essa forma continue, mesmo após a normalização da convivência social pós pandemia. 

 

Pensando nisso, desenvolvemos esse conteúdo contando quais são os benefícios dessa forma de entrevista e como conduzir da melhor maneira para a assertividade da empresa e experiência dos candidatos.

 

O que é uma entrevista online?

Sua principal diferença entre uma entrevista presencial é o deslocamento e espaço físico, pois nessa modalidade, o candidato não precisa comparecer à empresa, podendo participar de sua casa. O que viabiliza esse feito é a ajuda da internet e ferramentas digitais, como  programas de vídeo-chamada e webcam.

Esse é o momento que o recrutador conhece um pouco mais sobre o candidato, descobrindo suas expectativas em relação à empresa e função, além da trajetória profissional, planos para o futuro, ideias para colaborar com a equipe, etc. O recurso do vídeo ajuda a avaliar a postura, empolgação e entender algumas características de personalidade do candidato.

 

Sabendo como funciona, agora é importante listarmos quais seus principais benefícios e praticidades: 

 

  • economiza tempo da equipe de RH;
  • mais segurança para candidato e recrutador;
  • possibilidade de gravação da entrevista para revisão posterior;
  • extinção do limite territorial;
  • mais rapidez em marcar com o candidato;
  • demonstra que a empresa busca se manter atualizada com o cenário tecnológico.

 

Como fazer uma ótima entrevista online?

 

Saber como conduzir uma entrevista online garante que esses benefícios que citamos sejam úteis e que o resultado seja tão positivo ou melhor que o esperado. Por isso, leia atentamente as 5 dicas que separamos para te ajudar a conduzir de forma assertiva uma entrevista remota:

 

1. Combine os detalhes por e-mail com antecedência.

Assim como acontece nas entrevistas presenciais, na forma remota, também é importante marcar e definir tudo com certa antecedência para que o candidato tenha tempo para se preparar, adequar a rotina, separar equipamento e etc.

Normalmente o primeiro contato é feito via telefone ou e-mail. Nesse momento, combine com o candidato o envio de um email com os detalhes sobre o encontro, com data, hora, link e informe qual a plataforma escolhida (como Skype, Zoom ou Google Meet), para que o candidato crie sua conta e teste anteriormente. Se for uma entrevista gravada, é importante avisar com antecedência.

Outro ponto que demonstra uma cultura de inclusão e evita que bons candidatos sejam eliminados por falta de letramento digital, é o recrutador enviar um tutorial simples de como acessar a ferramenta, criar a conta e ligar a câmera, por exemplo. Precisamos lembrar que nem todos os cargos têm a tecnologia como essencial e que muitas pessoas não têm familiaridade com essas ferramentas mais novas. 

 

Clique aqui para aprender as diferenças entre a comunicação assíncrona e síncrona. 

 

2. Revise suas ferramentas e ambiente.

Os imprevistos não acontecem só com os candidatos, certo? Por isso, é muito importante que no dia da entrevista você teste seus equipamentos, internet, funcionamento do som e webcam, até mesmo para evitar que o candidato não te compreenda ou tenha que esperar muito para o início da conversa. 

Ainda sobre os preparativos, o cenário que aparecerá no vídeo é importante e deve passar o máximo de profissionalismo. Como não é tão normal ter um fundo de biblioteca em casa, aposte no fundo neutro, sem muita informação visual que já terá o efeito esperado.

 

3. Não deixe de lado os parâmetros para avaliar o comportamento do candidato.

Assim como em uma entrevista presencial, foque em avaliar o comportamento do candidato, observando qual seu comportamento, valores, entendendo se aquele profissional se enquadra na empresa, se existe fit cultural e conexão com o que é pedido pela companhia.

Pontualidade, vestimenta, cuidado na apresentação e ambiente do candidato devem ser avaliados nesse momento.

 

Descubra como contratar aprendizes para sua empresa!

 

4. Prepare um questionário-base.

É essencial ter um roteiro para entrevista, pois garante que você não vai esquecer de perguntar um tópico importante. Tente fazer perguntas que possibilitem desenvolver o assunto e questionar outros pontos ao longo do diálogo.

Essa dica ajuda o RH a manter uma avaliação e tempo padrão em todas as conversas, ajudando a ter mais assertividade na escolha e não usando muito tempo extra do time de recrutamento e seleção e do candidato.

 

5. Deixe o candidato à vontade.

Entrevista é naturalmente um frio na barriga, mesmo para os profissionais mais experientes. Esse é um momento de nervosismo e não é por estar em um ambiente mais confortável para o candidato que essa experiência se torna mais tranquila. Problemas como instabilidade de conexão ou ferramenta para entrevista remota geram ansiedade, então é importante que o profissional de RH deixe o candidato à vontade, a fim de tornar a conversa produtiva ao máximo. Quanto mais confortável o indivíduo se sentir, melhor vai explicar suas motivações e mostrar seu potencial para atuar na organização.

 

Importante: A chave para humanizar entrevistas online é a EMPATIA! Pense que, nesse período de isolamento social, mesmo o candidato mais preparado e motivado pode se deparar com inconvenientes como barulhos externos, aparições de familiares ou crianças pequenas e isso não deve ser motivo de visões negativas para o mesmo.

 

DICA BÔNUS: Software de Recrutamento e Seleção Online

 

Para chegar na fase de entrevistas online, uma outra fase tão importante quanto, já foi concluída, que é a triagem de candidatos e a escolha de quais são os escolhidos para essa conversa. 

Pensando em assertividade, economia de tempo e experiência, como dica final, queremos que conheça a Edujob! Uma plataforma de recrutamento e seleção online, que baseada em inteligência artificial e dados, entrega os perfis mais preparados e compatíveis a vaga proposta, de acordo com o resultado de testes comportamentais, localidade, escolaridade, entre outros critérios, para integrar, o jovem que tem potencial para reforçar o time de colaboradores, fazer a diferença e se desenvolver dentro da empresa, além de deixar seu recrutamento 6x mais rápido que uma seleção comum. 

 

Se deseja estar preparado e encontrar os talentos perfeitos, clique aqui e ganhe 3 vagas gratuitas. Experimente!

Read More

Inscrições Jovem Aprendiz 2021 – Saneago

Se a sua vontade é encontrar o primeiro emprego nesse ano, temos uma boa notícia: mais um processo com inscrições jovem aprendiz 2021 abertas! 

Agora a empresa SANEAGO deseja recrutar os melhores talentos para reforçar o time e levar novas ideias. São mais de 130 vagas, todas localizadas no estado do Goiás, divididas entre Goiânia, Aparecida de Goiânia e Região Metropolitana.

 

AS INSCRIÇÕES VÃO DO DIA 08/03 AO DIA 14/03.

 

SANEAGO

 

A Saneago é uma empresa brasileira, concessionária de serviços de saneamento básico em Goiás. Seguindo o objetivo de levar água tratada, coleta e tratamento de esgoto para todos, a sua trajetória se confunde com a própria história do saneamento em Goiás.

Sua fundação remonta ao ano de 1967, com origem na Lei Estadual nº 6680/67. Desde então, a empresa expandiu sua presença no estado. Hoje, opera em 226 municípios. Rumo à universalização desses serviços, a Saneago apresenta várias frentes de trabalho espalhadas por todas as regiões de Goiás. 

 

Você pode conhecer mais sobre a empresa nesse link. 

 

Processo Seletivo Saneago – Inscrições Jovem Aprendiz 2021

É importante que você leia atentamente sobre o processo, critérios e etapas.

 

Caso queira saber mais sobre jovem aprendiz, clique neste link. 

 

Pré Requisitos:

Para participar da seleção é preciso possuir os pré requisitos abaixo: 

 

  • Residir em Goiânia e/ou região metropolitana;
  • Idade mínima de 14 anos e máxima de 22 anos completos;
  • Estar cursando o ensino fundamental ou médio (ou já ter concluído o ensino médio);

1° Fase – CADASTRO e INSCRIÇÃO:

  • Criar e completar todo o cadastro na plataforma Edujob.
  • Na área do jovem, clicar no botão VER VAGAS. 

Atenção: a vaga estará disponível para quem tiver os pré requisitos necessários para o processo seletivo. 

 

2° Fase – REDAÇÃO: 

  • Para participar você vai precisar fazer uma redação com o tema sugerido e enviar.  

Serão avaliadas nesta etapa: Interpretação de texto; Raciocínio lógico; Ortografia; Organização; Noções básicas do mercado de trabalho.

 

3° Fase – ENTREVISTA: 

Depois de enviar a redação, o candidato será convocado por email e telefone para uma entrevista e dinâmica de grupo por videoconferência. O jovem receberá a confirmação de data e horário, bem como o link de acesso para participar da videoconferência pelo email cadastrado na plataforma. 

Serão avaliadas nesta etapa: Postura/ Relacionamento Interpessoal; Resiliência; Trabalho em Equipe; Fluência e Comunicação Verbal.

 

Benefícios:

 Não foi informada pela empresa a faixa salarial e outros benefícios, mas se deseja saber mais sobre quais são os benefícios oferecidos para aprendizes no Brasil, clique aqui. 

 

Jornada de Trabalho:

 4 horas semanais, vespertino ou matutino.

 

Motivos de Desclassificação:

  • A ausência do candidato no dia e horário agendado do processo seletivo on-line (caso não realize o login no link que será enviado ao e-mail).
  • O não cumprimento de alguma das três etapas do processo seletivo.
  • Serão feitas 3 tentativas nos telefones deixados na inscrição do candidato. Caso não atenda nas três tentativas o candidato será desclassificado por falta de contato.

EDITAL

Clique aqui para acessar o Edital e ter mais informações sobre o processo seletivo.

 

Se você gostou da vaga, inscreva-se no portal Edujob, faça a redação e boa sorte 🙂

 

Inscrições Jovem Aprendiz 2021 – Clique aqui e inscreva-se!

Read More

6 tendências de RH para 2021

Descubra as 6 tendências de RH presentes em 2021! 

 

Com todas as mudanças e a necessidade de adaptação que 2020 trouxe, a área do RH de uma empresa, se transformou em um setor ainda mais importante e eficiente. 

 

Com o início de 2021, muito é questionado sobre como tudo vai seguir e algumas tendências já são notadas, mesmo em poucos meses. Entender quais são essas tais tendências é fundamental para continuar um trabalho de qualidade e conquistar os objetivos que estão por vir.

 

Por isso, separamos as 6 tendências de RH em 2021 e algumas dicas bônus de recrutamento, para te ajudar a contratar os melhores talentos! 

 

 

1. Bem-estar dos colaboradores

Segundo uma pesquisa realizada pelo Global Wellness Institute, 65% das empresas estão aumentando os investimentos em saúde mental e bem-estar para seus funcionários. A expectativa é que neste ano, a preocupação com o bem-estar dos colaboradores continue sendo uma das prioridades do RH. 

 

Além de programas como este, ajudar a manter a satisfação do colaborador, também auxilia a manter uma boa saúde, o que interfere diretamente no desempenho profissional e pessoal.

 

Normalmente, são oferecidos convênios com academias de ginástica, acesso a plataformas de terapias online, atividades ao ar livre, descontos em programas culturais, possibilidade de trabalho remoto e etc…

 

2. Mais atenção aos jovens profissionais

 

As gerações que dominam o mercado de trabalho hoje são: Baby Boomers e Geração X, mas no próximos anos, teremos também a forte presença das gerações Millennials e Geração Z, resultando no aumento da força de trabalho mais jovem, em que as prioridades de carreira podem se diferenciar das gerações anteriores.

 

Nesse ponto, o RH de uma empresa precisa ter muita atenção e aprender sobre os diferentes estilos de trabalho e valores de carreira dos funcionários mais jovens. Possibilitando a criação de planos e estratégias para mantê-los engajados com a cultura e objetivos da empresa.

 

 

3. Equipes cheias de diversidade

A expectativa é que Diversidade, Equidade e Inclusão sejam pautas ainda mais exploradas neste ano, crescendo muito o investimento e procura por equipes mais diversificadas em gênero, raça, classe social e nacionalidade.

 

Atitude super importante, pois quanto mais diversa uma equipe for, mais a visão coletiva consegue realmente representar a vontade do público ou cliente, trazendo ideias e soluções de diversos olhares e pensamentos.

 

Infelizmente, sabemos que os profissionais de RH também estão suscetíveis a vieses inconscientes, que podem influenciar em um processo de contratação. Para evitar esse problema, aconselhamos o uso de uma plataforma de recrutamento online, em que uma Inteligência Artificial filtra o candidato mais compatível com base em dados.

 

 

4. Trabalho remoto

No ano de 2020, por conta da pandemia e a necessidade do isolamento social, descobrimos que várias tarefas e funções podem ser feitas de forma online, sem prejuízo a qualidade do trabalho.

 

Um estudo da FIA-Fundação Instituto de Administração, mostrou que 55% dos funcionários das grandes empresas começaram a trabalhar remotamente no isolamento social e que um terço das empresas brasileiras, se adaptou a um sistema parcial de trabalho remoto.

 

Em 2021, vimos que o trabalho remoto continua e que mesmo após o fim da pandemia, com a vacinação em massa, muitas empresas vão continuar com esse sistema, mesmo que parcialmente. 

 

 

5. RH trabalhando com dados

Cresce o número de profissionais de RH que são orientados por dados, recebendo os insights e decidindo de forma analítica quais decisões tomar.

 

Os dados podem ser úteis em inúmeras situações, as mais comuns são: análises métricas das taxas de rotatividade, ajudando a criar planos de retenção de funcionários, tempos de espera de promoção e aumentos salariais.

 

É nítido que a metodologia People Analytics chegou para ficar, então é importante estudar e implementar esse conceito o quanto antes na estratégia da sua empresa.

 

 

6. Recrutamento online

O que aconteceu em 2020 da aceleração em busca de novas tecnologias, está sendo ainda mais forte em 2021 e a tendência é que só aumente, pois depois dos desafios do ano passado, as empresas notaram a importância que as ferramentas digitais possuem em aumentar a velocidade e precisão dos recrutamentos. 

 

Termos como inteligência artificial, machine learning e people analytics estarão cada vez mais presentes em conversas no universo do RH, trazendo uma nova visão para os procedimentos de recrutamento e seleção. 

 

Com o advento da tecnologia na seleção de pessoas, é bom ressaltar a importância do recrutamento humanizado, pois um termo não se confunde com outro. Esta tudo certo em ter uma seleção com mais ferramentas tecnológicas, mas tratar o processo com o devido cuidado emocional para os candidatos, pois sabemos como esse momento pode ser emotivo. 

 

Edujob – Solução para Recrutamento Online 

 

Como comentamos, uma das tendências está ligada ao recrutamento online, que preze pela humanização e boa indicação do candidato, baseado em inteligência artificial e dados. Isso é exatamente o que fazemos, entregamos os perfis de jovens mais preparados e compatíveis a vaga, segundo testes comportamentais, localidade, escolaridade, entre outros critérios, para integrar ao seu time, o jovem que tem potencial para reforçar o time de colaboradores, fazer a diferença e se desenvolver dentro da empresa.

 

Se deseja estar preparado e encontrar os talentos perfeitos nesse ano de 2021, clique aqui e ganhe 3 vagas gratuitas. Experimente!

Read More

Seja um Jovem Aprendiz Rede SARAH em 2021

Você quer ser um Jovem Aprendiz 2021? Se sua resposta foi sim, temos uma boa notícia! O ano começou com um processo seletivo em parceria com a Renapsi – Rede Nacional de Aprendizagem, Promoção Social e Integração e a Rede SARAH, em que quase 200 vagas, espalhadas por vários estados do Brasil, procuram jovens em nossa plataforma.

 

AS INSCRIÇÕES VÃO DO DIA 04/02 AO DIA 10/02.

 

Rede SARAH

 

Rede Sarah, é uma rede de unidades hospitalares brasileiras, destinadas ao atendimento de vítimas de politraumatismos e problemas locomotores, objetivando sua reabilitação, com destaque internacional por ser referência em atendimento de qualidade ao paciente.

O Programa de Educação Profissional, em são admitidos os aprendizes, foi implantado na Rede SARAH de Hospitais de Reabilitação em atendimento ao Decreto nº 5.598, de 1º de dezembro de 2005, que regulamenta a contratação de aprendizes.

Os participantes assinam contrato de aprendizagem com a Rede SARAH por um período de até 23 (vinte e três) meses sob o regime da Consolidação das Leis de Trabalho.

Nele o jovem aprende e trabalha em uma organização capacitada para ajudar a construir os profissionais destaques do futuro. 

 

Se você quer saber mais sobre como ser um jovem aprendiz, leia mais nesse post.

 

Conheça as áreas de aprendizagem e atuação profissional, para Jovem Aprendiz 2021 na Rede SARAH:

 

Áreas de Aprendizagem

 

 

  • Atendimento ao Público Hospitalar

Atividades de aprendizagem relacionadas à recepção/atendimento ao público na Rede SARAH, pautadas na humanização e na atuação em equipe.

 

 

  • Desinfecção e Limpeza Hospitalar

Atividades de aprendizagem relacionadas ao processo de desinfecção, limpeza e organização de áreas/setores que compõem a estrutura física dos hospitais da Rede SARAH.

 

 

  • Patologia Humana

Atividades de aprendizagem relacionadas a identificação de materiais biológicos, processamento das amostras, montagem de técnicas e preparação de reagentes para análise no laboratório de patologia.

 

 

  • Oficina Ortopédica

Atividades de aprendizagem relacionadas à confecção de órteses, próteses e adaptações que favorecem a locomoção e a independência funcional de pacientes tratados na Rede SARAH.

 

  • Aparelhos Gessados

Atividades de aprendizagem relacionadas aos aparelhos gessados: técnicas de colocação e de retirada; principais indicações e cuidados; instrumentos e materiais utilizados.

 

 

  • Tecnologia da Informação

Atividades de aprendizagem relacionadas à manutenção, operação e reparos de baixa complexidade em microcomputadores e redes locais na área hospitalar.

 

Para concorrer a essas vagas, é necessário que o jovem esteja 100% dentro dos pré-requisitos definidos pelo processo seletivo. São eles: 

 

Pré Requisitos:

 

  • Estar matriculado e frequentando regularmente o 3º ano do ensino médio ou ter finalizado o ensino médio há, no máximo, 1 (um) ano, na data da inscrição.  
  • Idade mínima de 18 anos e máxima de 20 anos, na data da contratação (a idade máxima prevista não se aplica a pessoas com deficiência). 
  • Renda per capita familiar de até 1 (um) salário mínimo.

 

Agora se você se encaixa em todos os pré-requisitos, além do desenvolvimento profissional e acadêmico, ser um Jovem Aprendiz 2021 na Rede SARAH tem esses benefícios:

 

Benefícios:

 

  • Salário mínimo (R$ 1.100)
  • Vale-transporte
  • Alimentação nos refeitórios da REDE SARAH
  • Uniforme.

Para saber quanto ganha um jovem aprendiz no brasil, clique neste link.

 

Jornada de Trabalho:

 

20 horas semanais, distribuídas em 4 (quatro) horas diárias, a serem cumpridas de segunda a sexta-feira.

 

Número de Vagas Jovem Aprendiz 2021:

 

  • 2 em Belém;
  • 25 em Belo Horizonte;
  • 60 em Brasília Asa Sul;
  • 18 em Brasília Lago Norte;
  • 21 em Fortaleza;
  • 2 em Macapá;
  • 17 no Rio de Janeiro;
  • 27 em Salvador;
  • 23 em São Luiz.

Se você gostou dos benefícios, das áreas de atuação e está dentro de todos os pré-requisitos, inscreva-se neste link, complete seu cadastro, faça os testes, a redação e aguarde o resultado. 

IMPORTANTE: As vagas não aparecem caso seu perfil não esteja completo ou não seja compatível.

 

Etapas do Processo Seletivo

 

  • Inscrição Online
  • Prova objetiva
  • Redação
  • Classificação
  • Convocação
  • Contratação

 

Jovem Aprendiz 2021 – Clique aqui e inscreva-se!

Read More

Como foi o 2020 na Edujob?

Olá, tudo bem? Esse é um post um pouco mais pessoal, pensei em iniciarmos 2021 contando pra vocês um pouco dos nossos feitos e histórias de 2020, além das expectativas que temos para que esse novo ano seja de muito progresso e realizações.

 

Espero que tenha passado bem as festas de fim de ano, que siga se cuidando e cuidando da sua família, pois sabemos que esse ano que passou, foi um ano atípico, com situações mundiais que esperamos jamais rever, por isso é muito importante seguir com as precauções sanitárias (como lavar as mãos e usar máscaras), pois mesmo com a vacinação em andamento, ainda temos um longo caminho a percorrer até que todos estejam imunizados.

 

Pensando em como iniciamos o ano com boas energias, resolvemos contar como foi nossa jornada nos últimos 365 dias e como, de alguma forma, você ajudou a impactar a vida de milhares de jovens no Brasil e evoluiu a sua, seja por meio de vagas, cursos ou conteúdos que consome aqui.

 

Início de um sonho…

 

Começamos o ano passado com muita energia, ideias e disposição para fazer acontecer um planejamento “perfeito”. Logo no início, percebemos que um espaço físico mais estruturado faria diferença no então projeto “Edufica”, nossa plataforma de minicursos dentro do portal Edujob, pois teríamos mais liberdade para gravações e isso poderia ajudar a manter o time mais próximo, já que até então, nossa rotina era um misto entre o trabalho presencial e remoto.

 

Escritório novo, planejamento feito, time engajado e como diria nosso Head de Produto André: “Lets Bora”. Tudo fluindo como esperávamos, até sermos surpreendidos com uma pandemia. Muito planejamento foi descartado e foi preciso ter jogo de cintura para improvisar – palavra essencial em 2020.

 

Isso nos despertou o alerta de que nenhum planejamento consegue realmente prever todas as ações e que a capacidade de se adaptar, mesmo em meio ao caos, é essencial para a vida. 

 

Com as novas regras de distanciamento, fizemos lives, mais posts, interações em redes sociais, vídeos e tentamos nos aproximar mais da nossa comunidade online, criando conteúdos para auxiliar no recrutamento online, na busca por vagas e por educação, mas para ajudar a descontrair, até um joguinho de Gartic entre nosso time e os jovens aconteceu e foi super divertido.

 

Atendimento

 

Com toda pressão pelo período que vivemos, sabíamos que os jovens precisavam ainda mais de apoio e que infelizmente, não seria possível ter treinamentos ou demonstrações presenciais para os recrutadores. Por isso, intensificamos nosso atendimento e mais de 53 mil dúvidas foram sanadas de forma online.

Edufica

 

O Edufica, que até então era apenas um projeto, se desenvolveu completamente remoto e hoje conta com 12 cursos. Todo trabalho e construção de roteiros, vídeos e gravações foram feitas online e chegamos a marca de 34 mil cursos concluídos, aprendendo coisas novas, como Design Thinking, Excel e Ética, mesmo em casa.

 

Não foi fácil ter disciplina em meio ao caos que vivemos, principalmente nos primeiros meses. Mas o propósito que nos sustenta é maior e sabíamos que era a nossa forma de fazer a diferença naquele momento: conectando jovens a mais oportunidades de emprego e educação. 

 

Conseguir entregar tudo isso online, em um momento que ninguém podia sair de casa, foi ainda mais motivador. Tínhamos o desafio de ajudar o jovem a passar por esse período mais focado em aprender coisas novas.

 

O trabalho em equipe ficou ainda mais importante, não só para o desenvolvimento do projeto, pois com o isolamento social, cada interação humana era ainda mais valiosa.

 

Desafio de Aceleração

 

E no meio disso tudo, 2020 nos trouxe uma grande oportunidade de crescimento e aprendizado! Fomos selecionados pelo Programa de Aceleração da Fábrica de Startups e Câmara de Comércio e Indústria Brasil-Alemanha. Participamos do programa, completamente online. Afirmamos tranquilamente que o trabalho em equipe foi o protagonista para a nossa vitória, cada pessoa do time se engajou em fazer a sua parte, demonstrar ideias, até chegarmos no melhor resultado. 

 

Como desafio, em 10 semanas, o portal do recrutador foi totalmente repaginado, incluindo novas funcionalidades e um novo design. Fizemos entrevistas com recrutadores e hoje a Edujob consegue atender mais e melhor as necessidades do mercado e dos jovens brasileiros. Foi uma grande conquista e estamos orgulhosos! 

 

Saiba mais sobre o desafio AHK e Fábrica de Startups clicando aqui.

 

Já tínhamos o teste de perfil comportamental, mas para ajudar ainda mais no autoconhecimento e desenvolvimento do jovem, além de auxiliar na seleção assertiva da empresa, incluímos um teste de aprendizado, que ajuda o usuário a entender qual a melhor forma para absorver algum conteúdo.

 

Adicionamos também, um campo para que o jovem tenha mais espaço para mostrar quem é! Contamos agora com um vídeo de apresentação e algumas questões que ajudam a entender os sonhos e realizações do candidato, facilitando a escolha dos participantes de um processo seletivo.

 

…deu tudo certo!

 

Em número de jovens, são quase 400 mil que agora possuem acesso a empregabilidade e educação gratuita e a meta para esse ano é ainda maior. 

 

Toda pesquisa, mapeamento e entrevista que fazemos com nossos jovens, clientes e parceiros, são a mudança de boas ideias para melhoria ou criação de novas funcionalidades, pois vocês nos ajudam a construir o produto, vocês o transformam com a gente.

 

Esse é um resumo de algumas das coisas que fizemos em 2020 e quando pensamos em todos os nossos planos para esse ano, sabemos que temos muito trabalho pela frente e que isso é ótimo, pois certamente saímos de 2020 mais fortes e resilientes, prontos para encarar os desafios de 2021.

 

Espero que você tenha descansado um pouco, mas que já esteja cheio de metas e sonhos para realizar nesse ano que começa. 

 

Vagas Gratuitas


Continuamos com as nossas 3 vagas gratuitas para a seleção de aprendizes, pois nesse período de pandemia, quanto mais vagas disponíveis para ajudar os jovens a terem mais oportunidades, melhor! 

 

Processos Seletivos

 

Os processos seletivos estão a todo vapor e em pouco dias, fechamos algumas parcerias que vão alavancar nossos planos e auxiliar muito no aumento de vagas na plataforma, então se você for um jovem em busca de emprego, já faz o seu cadastro, começa a aprender com alguns minicursos, pois vem muita coisa boa por aí.

 

Mais uma vez, conte conosco para te auxiliar nesse mundo de recrutamento, seleção, educação e quem sabe, mais um joguinho de gartic rsrs

 

Um abraço virtual da equipe Edujob 🙂

Read More

Dicas para passar no Enem

O que é o Enem?

 

Bom, para começar, de nada adianta você ter várias dicas para passar no Enem, se não souber o que é o Exame Nacional do Ensino Médio, pois mesmo sendo algo muito comentado, nem todos sabem como funciona e de onde surgiu essa iniciativa. 

 

O Enem é uma prova realizada pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira, autarquia vinculada ao Ministério da Educação do Brasil, e foi criada em 1998 inicialmente para avaliar a qualidade do ensino médio no país. 

 

Apenas em 2004, após a sanção da lei do Programa Universidade para Todos (ProUni), o Enem passou a ser uma porta de entrada para universidades no Brasil. Hoje é considerado o segundo maior exame vestibular do mundo, perdendo apenas para Gāo Kǎo, exame de admissão do ensino superior da República Popular da China.

 

Por que o Enem é importante? 

 

Seu resultado na prova pode significar bolsa integral ou parcial em universidade particular ou pública, financiamento através do Fundo de Financiamento ao Estudante do Ensino Superior (Fies), além de em algumas universidades substituir o tradicional vestibular.

 

Agora que sabemos o que é o, podemos começar com as dicas para passar no Enem. Mas é interessante comentarmos que esses conselhos servem para qualquer prova ou vestibular que você for fazer, certo? 

 

7 Dicas para passar no Enem: 

 

1. Leia o Edital 

A primeira dica parece ser simples, mas é realmente MUITO importante ler o edital de todas as provas que você fizer pois, além dos prazos e regras, é ali que você encontrará os assuntos que são cobrados e com eles, consegue estudar com mais foco e precisão. 

No caso do ENEM, no edital você encontra uma lista dos assuntos que serão cobrados em cada uma das provas:

  • Linguagens, Códigos e suas Tecnologias
  • Matemática e suas Tecnologias
  • Ciências da Natureza e suas Tecnologias
  • Ciências Humanas e suas Tecnologias
  • Redação

2. Atenção para não ser desclassificado 

Novamente a importância do edital, pois existem algumas regras que devem ser observadas para não perder uma oportunidade por bobeira. Já imaginou estudar por meses e ser desclassificado por uma foto que postou da prova nas redes sociais ou por chegar atrasado?! 

Todos os anos tem alguma novidade envolvendo o Enem, alguma regra nova, então é importantíssimo que você saiba exatamente o que pode e o que não pode fazer no dia da prova.

 

3. Reforce o hábito da leitura 

Essa é uma dica para passar no Enem, mas pode ser considerada uma dica para vida, pois o hábito da leitura é indispensável para quem quer melhorar a capacidade em interpretação de texto e escrita. Essas habilidades são essenciais para o Enem, pois as questões costumam ter textos longos, e o hábito da leitura te ajudará a interpretá-las de forma mais fácil e ágil.

Alguns temas envolvem assuntos do cotidiano, por isso se mantenha informado, leia e acompanhe notícias do Brasil e do mundo. 

 

4. Faça simulados 

Além de te ajudarem a fixar ou aprender novos assuntos, os simulados te mostram quanto tempo você leva para resolver as questões. O tempo é um dos pontos chaves dessa prova, pois você tem cerca de três minutos para resolver cada questão, uma hora para a redação e passar seu texto a limpo na folha certa.

Ou seja, é uma prova muito extensa que exige que você saiba controlar o tempo para não correr o risco de ter que deixar questões em branco ou chutar respostas.

Onde treinar com simulados: Pela internet ou você pode fazer o download das provas anteriores do Enem no site do Inep.

Após revisar quais questões não acertou, descubra os temas que precisa focar e reserve um tempo maior de estudo para eles.

 

5. Pratique a redação

É importante treinar para as provas objetivas, mas também para a redação, e a melhor forma de fazer isso é escrevendo bastante. 

Você pode praticar o modelo exigido no Enem, com os temas que já apareceram em outros anos, lembrando que sua redação deve respeitar os direitos humanos, defender um ponto de vista e apresentar uma proposta de intervenção social para o problema abordado.

Nesse momento, é importante que você treine o tempo que leva para construir um texto entre 7 e 30 linhas (padrão exigido pelo exame). No dia da prova, você terá em média 1 hora para escrever sua redação e passá-la a limpo.

 

6. Não se atrase

Não tem como passar no exame, se não conseguir fazer a prova, certo?! Por isso, uma das dicas para passar no Enem mais importantes é: chegue com antecedência! 

Assim, você evita perder a prova e ainda tem tempo para entrar na sala e respirar fundo, se acalmar para iniciar a prova sem nervosismo. 

Para saber o local exato da prova, você deve consultar o Cartão de Confirmação de Inscrição, que o MEC libera alguns dias antes do exame. Busque o endereço em algum mapa online, entenda quanto tempo você pode demorar para chegar no local e saia com tempo de sobra para evitar surpresas. 

Lembre-se que no dia do exame muitas pessoas estão indo em direção aos seus locais de provas, o que pode causar um pouco de trânsito. Então, planeje-se para chegar antes dos portões abrirem.

 

7. Descanse na véspera

Inclua no seu planejamento de estudos, uma pausa para descansar um dia antes, pois isso pode ajudar a diminuir a ansiedade. Faça alguma atividade que gosta, como ler um livro, jogar um jogo e durma cedo para acordar descansado no próximo dia. 

 

Como será a prova do ENEM?

 

Com a situação de 2020, em que estamos passando por uma pandemia, as datas mudaram e contamos com a novidade das provas digitais.

As novas datas para os 26 estados e Distrito Federal, são:  

  • 17 e 24 de janeiro de 2021 para provas escritas presenciais; 
  • 31 de janeiro e 07 de fevereiro de 2021 para as provas digitais.

 

Horários 

Os portões são abertos às 12h e fechados às 13h, as provas têm início às 13h30 e terminam às 19h no primeiro dia de prova e às 18h30 no segundo dia de prova.

 

Pontuação

Os critérios de correção são de 0 a 200 pontos para cada área do conhecimento totalizando 1.000 pontos. E de 0 a 1.000 pontos para a prova de redação.

O gabarito oficial do ENEM 2020 será divulgado até o terceiro dia útil após a aplicação das provas.

No site Oficial do ENEM, é possível acessar todas as informações sobre o exame, como datas, locais de provas e até resolver alguns simulados, se quiser conferir, clique neste link.

Read More